APRESENTAÇÕES

GRUPOS DE TRABALHO – GT

 

Atenção! A apresentação dos trabalhos é de forma oral, tendo a disposição computador e projetor.

 

GT 1. Sistema Alimentares Sustentáveis: abordagens, políticas e práticas

 

Coordenação:

  • Paulo Niederle – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Allison Loconto – Instituto Nacional Francês de Pesquisa Agrícola (França)
  • Alison Blay-Palmer – Centro de Sistemas Alimentares Sustentáveis (Canadá)
  • He Congzhi – Universidade Agrícola da China (China)

 Local: Sala II – Salão de Atos (A)

 

Programação

 17 de setembro das 16h às 18h – Idioma: Inglês

16h: Rumo a um mundo de sistemas alimentares urbanos? – John Wilkinson, Anna Rosa Lopane

16h15: Entendimento, apoio e dimensionamento de alternativas agroecológicas em nível territorial no Brasil: lições do Programa Ecoforte – Claudia Job Schmitt; Helena Lopes; Sílvio Porto; Flávia Londres

16h30: Ligações aprimoradas entre consumidor e produtor como um dos pilares da transformação do sistema alimentar: o papel das inovações institucionais nos países em desenvolvimento – Pilar Santacoloma, Allison Loconto

16h45: Como os movimentos sociais formatam mercados para alimentos orgânicos? Comparando a construção e institucionalização de Sistemas Participativos de Garantia no Brasil e na França – Paulo Niederle, Allison Loconto, Sylvaine Lemeilleur, Claire Dorville

 

18 de setembro das 16h às 18h – Idioma: Espanhol e Português

16h: Análise institucional comparativa dos mercados de alimentos da agricultura familiar organizada por movimentos sociais: os casos brasileiros e chilenos – Estevan Muñoz

16h15: Políticas públicas que promovem a agroecologia e a produção orgânica na América Latina – Eric Pierre Sabourin, Jean-François Le Coq, Maria Patrouilleau, Paulo Niederle

16h30: Medindo o consumo responsável para informar a campanha cidadã 250 mil famílias – Myriam Paredes Chauca, Priscila Prado, Yubari Valero, Donald Cole

16h45: As hortas urbanas em apoio aos polinizadores na megacidade de São Paulo, Brasil: quais políticas públicas para cidades sustentáveis? – Nathalie Gravel, Eduardo Caldas

17h: Investigando o papel dos sistemas de certificação privados e participativos na produção de alimentos orgânicos no Brasil – Daiane Neutzling, Marilia Bossle, Vikas Kumar, Felipe de Lima

 

19 de setembro das 16h às 18h – Idioma: inglês

16h: Nutrição, uma arena disputada nas lutas pela soberania alimentar – Byron Ponce

16h15: “Uma Família, Dois Sistemas”: Crise de segurança alimentar como catalisador de mudanças agrárias na China rural – Zhenzhong Si, Yanyan Li, Ping Fang, Li Zhou

16h30: Transações transnacionais de terras e seus efeitos na autonomia de sistemas alimentares locais: estudo de caso múltiplo na área rural de Gana – Ricardo Paris

16h45: As estratégias dos pequenos agricultores entre o autoconsumo, o enraizamento social e a integração ao mercado: efeitos sobre a segurança nutricional e alimentar – Lucia Palmioli, Stefano Grando

17h: O papel de uma abordagem localizada para fomentar o apoio de cidadãos para uma estratégia alimentar urbana – Insihgts do caso Aalborg Gastronarium Bent Egberg Mikkelsen, Michael Nguyen, Morten Haugård, Jens Kruhøffer

 

21 de setembro das 16h às 18h – Idioma: Espanhol e Português

16h: Agroindustrialização e arranjos produtivos locais como estratégia de diversificar e fortalecer a agricultura familiar no RS – Mirian Strate, Marcelo Conterato

16h15: Agroecologia e nutrição: segurança alimentar em horticultores – Noelia Vera, Maria Elina Figueroa, Gloria Sammartino

16h30: A cooperativa Teia Ecológica como contexto para a emergência de práticas inovadoras – Andréia Lourenço

16h45: Inovações sociais na construção de mercados para produtos agroecológicos: experiências de venda direta por pedido antecipado na ilha de Santa Catarina – Isadora Escosteguy, Maria das Graças Brightwell, Oscar Rover

17h: Produzir e consumir na horta: o ciclo de trabalho que move a agricultura urbana comunitária em São Sebastião, Distrito Federal – Guilherme de Oliveira

 

 

GT 2. Compras institucionais de alimentos e programas de alimentação escolar: análise de seus benefícios, desafios e oportunidades

Coordenação:

  • Luana F. J. Swensson – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (Itália)
  • Luciana Dias de Oliveira – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Danny Hunter – ONG Biodiversidade Internacional e Universidade de Sydney (Austrália)
  • Armando Fornazier – Universidade de Brasília (Brasil)
  • Rogério Robs Fanti Raimundo – Instituto Federal de Ciências e Tecnologia da Educação do Sul de Minas Gerais (Brasil)
  • Regismeire Viana Lima – Universidade Federal do Amazonas (Brasil)

Local: Sala Ipê – Centro de Cultural (B)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h30

16h: Marco legal do Programa Nacional de Alimentação escolar e Compra da Agricultura Familiar: aprendizados e caminhos percorridos – Vanessa Schottz, Claudia Job Schmitt

16h15: Comercialização de alimentos da agricultura familiar para a alimentação escolar em municípios goianos – Thais Marques, Giovanna Oliveira, Cintia Leite, Karine Martins

16h30: Análise do processo histórico de inclusão da compra de alimentos da agricultura familiar no programa de alimentação escolar no Brasil e nos EUA – Clarice Carvalhosa, Luciene

16h45: Influência do Brasil na política de compras públicas de alimentos do Chile – Lourrene Maffra

17h: Alimentação escolar na Argentina: desafios e oportunidades nos processos de gestão das razões saudáveis – Sergio Britos, Ayelén Borg, Fernando Vilella, Andres Grassi

17h15: As compras públicas como mecanismo de desenvolvimento: formas de gestão comunitária e autônoma na compra pública de alimentos – Nathalia Valderrama Bohórquez

17h30: Ah! já que tua terra aqui deu, vamos tentar incentivando”: o Programa Nacional de Alimentação Escolar e seus desdobramentos nas dinâmicas produtivas locais – Danielle Wagner Silva, Marcelo Moraes de Andrade 

17h45: (Re)avaliando as potencialidades do PNAE em promover a oferta de alimentos saudáveis às escolas do município de Santa Maria (RS) – Rita Pauli, Jéferson Schulz, Bruna Zajonz

 

18 de setembro das 16h às 18h30

16h: Do(a) agricultor(a) familiar à escola: os entraves e potencialidades na comercialização da agricultura familiar para a alimentação escolar em municípios goianos – Maria Irene Barbosa, Thaís Marques, Bruna Santana, Veruska Alexandre

16h15: Desafios na compra da agricultura familiar para o mercado institucional da alimentação escolar: uma análise a partir das Entidades Executoras – José Tobias Machado, Gabriela Bratkowski, Daiane Lanferdini, Vanuska Lima da Silva

16h30: Desafios institucionais para o Programa Nacional de Alimentação Escolar no Território do Recôncavo da Bahia – Kassia Watanabe, Ana Georgina Rocha, Eliene dos Anjos

16h45: O papel do marco regulatório dos contratos públicos para a implementação de iniciativas de compras públicas de alimentos dirigidas a agricultores familiares – Luana F. J. Swensson

17h: A logística das compras institucionais: uma discussão sobre a inserção dos agricultores familiares nas políticas públicas de aquisição de alimentos – Lilian Elias, Walter Belik, Ina Picoli

17h15: As diferenças regionais da agricultura familiar na execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar – Geórgia Alencar, Claudia  Fialho, Renata Moreira

17h30: Aquisição de produtos da agricultura familiar em municípios paranaenses: análise dos produtos comercializados e dos preços praticados – Joseane Schabarum, Rozane Triches

 

19 de setembro das 16h às 18h30

16h: Agricultura familiar e alimentação escolar nas encostas da serra geral de Santa Catarina: desafios e potencialidades – Eloysa Nezello Mosimann

16h15: Encurtando cadeias de fornecimento de alimentos através da alimentação escolar doméstica: uma ferramenta para promover a estabilidade alimentar – Christiani Buani, Yasmin Scheufler, Bruno Magalhães

16h30: O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) como propulsor de desenvolvimento local: um caso no Leste Potiguar – Elaine dos Santos, Winifred Knox

16h45: Mulheres agricultoras e o PAA: participação no processo produtivo e comercialização – Ádria dos Santos, Danielle Wagner Silva, Edilan Quaresma

17h: O impacto local das compras institucionais de produtos da agricultura familiar – Regina de Camargo, Liege Messias, Marcelo de Campos

17h15: Participação das compras do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na economia dos municípios brasileiros – Regina Sambuichi, Fernando Esteves, Ricardo Kaminski, Gabriela Perin

17h30: As repercussões dos programas institucionais de aquisição de alimentos sobre os sistemas agrários familiares na serra dos Tapes (RS) – Maiara Tavares Sodré, Luiz Felipe Wassmansdorf

 

21 de setembro das 16h às 18h30

16h: Mais alimentos orgânicos no prato público: uma nova governança pública é necessária? – Spyridon Fragkos, Bent Mikkelsen

16h15h: Compra de orgânicos para alimentação escolar: desafios e oportunidades – Lara Martinewski, Natália Salvate

16h30h: Projeto Biodiversidade para alimentação e nutrição: promovendo a segurança alimentar e nutricional por meio de mercados institucionais no Brasil – Camila Oliveira, Daniela Beltrame, Lidio Coradin, Danny Hunter

16h45h: Vinculando agricultores, hortaliças e escolas indígenas para melhorar as dietas e a nutrição no condado de Busia, Quênia – Victor Wasike, Aurillia Manjella, Lusike Wasilwa,Teresa Borelli, Danny Hunter.

17h: Broto, frutos culinária do cerrado e o acesso aos mercados institucionais – Christiane Pitaluga, Ariel Scaglia, Caroline Finocchio, Mayra Fagundes

17h15: PNAE e pauta alimentar culturalizada – um estudo no território do Alto Jequitinhonha, MG – Ana Jacqueline Santos, Flávia Galizoni, Áureo Ribeiro, Marcos Antônio Maltez

17h30: Compra da agricultura familiar e qualidade dos cardápios da alimentação escolar do Estado do Rio de Janeiro – Ânika Silva, Daniele Soares, Patrícia Henriques, Patrícia de Souza

 

 

GT 3. Sistemas de produção pecuária, transformações nos mercados e nos padrões de consumo de carnes em uma sociedade urbanizada

Coordenação:

  • Paulo Dabdab Waquil – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Jean François Tourrand – Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica para o Desenvolvimento (França)
  • Alessandra Matte – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Vicente Celestino Pires Silveira – Universidade Federal de Santa Maria (Brasil)
  • Fernando Luiz Ferreira de Quadros – Universidade Federal de Santa Maria (Brasil)

Local: Auditório Nascente do Prédio Centenário (H)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Construindo reflexões para a segurança hídrica a partir da pecuária: um olhar sobre a inserção brasileira no mercado internacional de carne bovina – Guilherme Duarte F. de Souza

16h20: Recursos naturais incorporados nas exportações de produtos agropecuários de Santa Catarina: água incorporada e efeitos ambientais – Lilian Elias, Ina Picoli

16h40: Mitigando as emissões de metano do setor pecuário: análise de políticas para os países do Mercosul – Maria Elena Rodriguez

17h: Impactos ambientais e ações públicas: um estudo da atividade leiteira em Santa Catarina na perspectiva da sustentabilidade – Diego Dalbem, José Guerra, Nei Nunes, Denise Machado

17h20: Relação das plantas espontâneas e os atributos do solo sob sistema de Pastoreio Racional Voisin – Jefferson Pereira, Lizete Stumpf, Jacir Chies, Saruê Isaton

17h40: Planta de mandioca (Manihot esculenta, crantz): a versatilidade de sua utilização na agropecuária sustentável e inclusiva – Harold Patiño, Marcos dos Santos, Elisa Modesto

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: A contribuição da produção agropecuária urbana para a segurança alimentar e nutricional dos produtores e respectivas famílias na cidade de Maputo – Ivo João Cumbana

16h20: Galinhas criadas com alimentos naturais em áreas peri-urbanas como contribuição para o acesso a alimentos, geração de emprego e renda em Arequipa – Edilberto Flores Aguilar

16h40: A problematização participativa como estratégia para o fortalecimento da pecuária em agroecossistemas familiares do semiárido brasileiro – Yuri Silva, Jorge Luís Farias, Francisco Fernandes, Guillermo Gamarra-Rojas

17h: A bovinocultura de corte brasileira na percepção dos agentes do setor: perspectivas para a sustentabilidade – Natália Grigol, Mariane Crespolini, João Paulo da Silveira, Marianne Tufani

17h20: Sistemas alimentares sustentáveis e aspectos da cadeia produtiva da carne bovina no Brasil: impactos sociais, ambientais e na saúde humana – Carolina Yoshikawa

17h40: Pecuária bovina em sistema sustentável no pantanal, Brasil – Ana Maria de Souza Mello Bicalho, Ana Paula de Araújo

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: As disputas da carne: controvérsias em torno de um regime produtivo e alimentar global – Manuela Leda

16h20: A incontestabilidade da carne em questão: um estudo exploratório das contestações sociais sobre a rede de produção da carne bovina – Ana Paula Perrota

16h40: Operação carne fraca: análise do impacto econômico-financeiro nas duas maiores empresas do setor alimentício brasileiro – Mariana Bonotto, Pietro Vinícius Bonotto

17h: Sistemas agroalimentares e dietas adequadas e saudáveis: análise do consumo de carne bovina no Brasil – Rodrigo Gisler Maciel, Alessandra Matte

17h20: Quem são os consumidores de carne de cordeiro? Uma análise de cluster no contexto Brasileiro – Isadora Stangherlin, Natália do Canto, Cynthia Lopes, Marcia de Barcellos

17h40: O estado da arte do consumo de carne no RN – Acácio Barbosa

 

21 de setembro da 16h às 18h

16h: Vulnerabilidade e adaptação climática da pecuária familiar no bioma caatinga: limites e potencialidades do paradigma de convivência com a seca – Gabriela Litre, Diego Lindoso, Larisa  Gaivizzo, Saulo Rodrigues Filho

16h20: Estratégias dos pecuaristas franceses para se tornarem mais autônomos em relação a mercados através de maior cooperação entre pares – Véronique Lucas, Pierre Gasselin

16h40: O pampa antes da supressão: a pecuária extensiva retratada pelos viajantes (campanha gaúcha – décadas de 1820 a 1960 – Felipe Monteblanco, Cesar de David

17h: Dinâmica de produção e mercado de carne bovina no estado do Rio Grande do Sul de 2010 a 2017 – Carla Lehugeur, Ana Paula Levandoski, Paulo Spannenberg, Eduarda Fachinetto

17h20: A estacionalidade e sazonalidade dos preços do leite pago ao produtor no estado Rio Grande entre os anos de 2007 e 2016 – Izis Ciechowicz, Eluane Seidler, Luana Duarte, Nilson Costa

GT 4. Transição para sistemas alimentares sustentáveis da cidade-região

Coordenação:

  • Elodie Valette – Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica para o Desenvolvimento (França)
  • Richard Nunes – Universidade de Reading (Reino Unido)
  • Nicolas Bricas – Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica para o Desenvolvimento (França)
  • Michael Goodman – Universidade de Reading (Reino Unido)
  • Manuela Maluf Santos – Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio Vargas (Brasil)

Local: Sala Milton Santos, Prédio do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural – PGDR (I)

 

Programação

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Além do campo periférico: resiliência agrícola no grande Rio de Janeiro (Brasil) – Ana Maria de Souza Mello Bicalho, Felipe da Silva Machado

16h20: Planejando a transição para os sistemas alimentares da região da cidade: um esforço de coordenação e coerência – Michele Dalla Fontana, Lucertini Giulia

16h40: Polos de eco-inovação agrícola: modernização e/ou criação de associações de produtores rurais oriundos de agricultura familiar no desenvolvimento de comunidades sustentáveis – Daniela Bertuol

17h: Avaliação de inovações em sistemas alimentares urbanos sustentáveis: rumo ao mapeamento participativo de trajetórias de impacto – Elodie Valette, Nicolas Bricas

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Lojas que comercializam alimentos orgânicos em Belém/PA: as convencionais alternativas urbanas de singularidades alheias aos centros urbanos amazônicos – José Maria Cardoso Sacramento, Glauco Schultz

16h20: Empreendedorismo cidadão: a criação e reforma de empreendedores locais de alimentos – Michael Carolan

16h40: Aplicação do modelo alimentar da região-cidade na França: qual é o foodshed da metrópole de Dijon e sua capacidade de alimentação? – Hai Vu Pham

17h: Agroindustrialização e arranjos produtivos locais como estratégia de diversificar e fortalecer a agricultura familiar no RS – Mirian Fabiane Strate, Marcelo Antonio Conterato

GT 5. Políticas de Abastecimento Alimentar

Coordenação:

  • Cátia Grisa – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Sandrine Freguin Gresh – Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica para o Desenvolvimento (França)
  • Cesar Enrique Ortiz Guerrero – Pontifícia Universidade Javeriana (Colômbia)
  • Laura Elena Trujillo Ortega – Universidade Autônoma de Chapingo (México)

Local: Sala FCE321 da Faculdade de Economia (G)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Geração de resíduos sólidos em domicílios: um olhar sobre o consumidor – Marcelo Zaro, Sthefania Kappel Pinzon, Wendel Fey, Ana Paula Danielli

16h15: O conceito de food miles e sua relação com as perdas e desperdícios na cadeia logística do tomate – Joseane Aliotte, Dag Mendonça Lima, Eduardo Sato, Andréa de Oliveira

16h30: Programas Públicos de Hortas Escolares: uma análise da Legislação Municipal da Região Metropolitana de São Paulo – Kátia Carolino

16h45: Feiras livres da agricultura familiar: desafios e oportunidades no município de Chapecó-SC – Juliano Luiz Fossá,Rosana Maria Badalotti

17h: Agricultura familiar e produção de alimentos para o autoconsumo na região de Chapecó – Santa Catarina – Clóvis Rorigon, Cristiano Nunes Nesi, Cristiane Tonezer, Aureo Leandro Haag

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Política de Comercialização agrícola no Brasil e o papel estratégico de Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – Júnia Cristina Péres Rodrigues da Conceição e Ana Clauída P. Rodrigues

16h15: Análise do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) a partir de Unidades Recebedoras na Região Administrativa Central do Estado de São Paulo – Juliana Bueno da Silva Reis, Helena Carvalho de Lorenzo

16h30: Políticas de Aquisição de Alimentos e os Planos Territoriais de Desenvolvimento Sustentável (PDTS) da Bahia (Brasil) – André Silva Pomponet

16h45: Oportunidades de Mercado para a agricultura familiar criadas a partir das compras institucionais: uma análise do Programa de Aquisição de Alimentos no Rio Grande do Sul – Aline Procedi

17h: Políticas alimentares e mercados institucionais: análise do Programa Estadual de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PEAF) no Estado de Mato Grosso – Ana Luisa Araujo de Oliveira

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: A importância da ATER para a qualificação do Sistema Agroalimentar do Território do Sertão Ocidental de Sergipe – João Ernandes Nascimento, Fernanda de Alcantara, José Eloízio da Costa e Marcelo Alvez Mendes

16h15: Paradigma de Política pública: análise da Política de Pesquisa Agropecuária e o Abastecimento no Brasil – Karine Daiane Zingler

16h30: O Susaf e o novo cenário para as agroindústrias familiares no RS – Juliano Ferreira de Sá.

16h45: Políticas Brasileiras para Agricultura Familiar e a Sinergia para a Segurança Alimentar e Nutricional – Ludymila Barros e Andreya Raquel Medeiros de França

17h: Perfil socioeconômico e nutricional dos usuários de um restaurante popular de Joinville/SC – Sandra Czarnobay, Luciane Nunes, Ana Paula Oliveira, Marilyn Kuntz

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: As narrativas de segurança alimentar na FAO: da revolução verde à agricultura sensível à nutrição – Fernanda Castilhos França de Vasconcellos

16h15: Participação social e cooperação Sul-Sul: o Brasil e a construção de uma agenda regional de soberania Alimentar e nutricional – Marcos Aurélio Lopes Filho

16h30: Políticas públicas para agricultura familiar na produção de leite: caso da Índia – Natalia Polanco

16h45: O Movimento Alimentar pela valorização da cultura no Sertão Nordestino: um olhar sobre o abastecimento a partir das interações entre Sistemas Alimentares – Lidiane da Luz, Renato S. Maluf

17h: Desafios e perspectivas do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Acre (PESAN-ACRE) – Marcos Catelli Rocha, Douglas Souza Pereira

 

GT 6. Alimentando a cidade: agricultura urbana/periurbana e pedagogia alimentar

Coordenação:

  • Antonio Nivaldo Hespanhol – Universidade Estadual Paulista (Brasil)
  • Rebecca Laycock Pedersen – Universidade Tecnologica de Blekinge (Suécia)
  • Zoe Robinson – Universidade Keele (Reino Unido)
  • Clécio Azevedo da Solva – Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil)
  • Rosangela Aparecida de Medeiros Hespanhol – Universidade Estadual Paulista (Brasil)
  • Francisco Fransualdo de Azevedo – Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Brasil)

 

Local: Auditório da Faculdade de Arquitetura (E)

 

Programação

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Agricultura urbana em territórios de vulnerabilidade social: educação e segurança alimentar – Cleber José Bosetti, Zilma Isabel Peixer, Natália Camargo Rodrigues

16h15: Reflexões acerca da agricultura urbana na contemporaneidade – Ana Clara Aparecida Alves de Souza, Fernando Dias Lopes

16h30: Multifuncionalidades da agricultura urbana um enfoque à segurança alimentar – Roberta Moraes Curan, Paulo Eduardo Moruzzi Marques

16h45: O espaço urbano e os cultivos agrícolas: Limites e potencialidades atuais em Santa Maria -RS – Ana Carla Lenz, Janete Webler Cancelier Cesar de David,

17h: Agricultura urbana no município de São Paulo: uma proposta de caracterização – André Ruoppolo Biazoti

17h15: O uso do solo urbano, periurbano e rural pelas atividades agrícolas no município de Álvares machado (SP) – Claudinei Da Silva Pereira, Antonio Nivaldo Hespanhol

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Sistema Ceraup/UEM de assistência técnica e extensão urbana – João Pedro Mariano dos Santos, Ednaldo Michellon, Heloise Cornet Neves, Vinicius Rampi Dos Santos

16h15: Políticas e ações públicas que estimulam a produção de alimentos e renda nas Associações Agro-pecuárias da cidade de Maputo: o descompasso entre a promessa e a prática – Luisa chicamisse mutisse

16h30: Perfil da agricultura urbana na aglomeração urbana de São Luís – MA: da produção a comercialização – Camila Lago Braga, Marcelo Domingos Sampaio Carneiro

16h45: As ilhas de calor superficiais e as consequências da agricultura urbana e periurbana em Presidente Prudente/SP, Álvares machado/SP, Natal/RN e Florianópolis/SC – Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim, Gustavo Henrique Pereira da Silva, Guilherme Silva de Sousa

17h: Panorama geral da agricultura urbana na cidade de Natal/RN – Lorene Kássia Barbosa Brasil, Celso Donizete Locatel

17h15: Município de Palhoça-SC/Brasil: produção hortifrutigranjeira frente à expansão da especulação imobiliária – Ana Lívia de Almeida Silva, Nazareno José de Campos

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: A produção do espaço da vida: estratégias de reprodução social dos agricultores urbanos e periurbanos da região metropolitana de Natal – Núbia Dias dos Santos, Celso Donizete Locatel

16h15: Promoção da alimentação saudável no ambiente escolar: a expectativa dos atores do programa horta educativa em escolas estaduais de São Paulo – Andrea D’agosto Toledo, Ana Maria Dianezi Gambardella, Fernanda Nascimento Pereira

16h30: Sociodiversidade na produção do espaço: agricultura urbana no município de Fortaleza-CE-Brasil. – Ana Carla Alves Gomes, Maria Lucia Brito da Cruz

16h45: Agricultura urbana e os regimes de orientação de valores e crenças associados aos agricultores da associação dos produtores da rede agroecológica metropolitana – RAMA, Porto Alegre/RS, Brasil – Leonardo Bohn, Daniela Garcez Wives

17h: Usos agrícolas do território e produção de alimentos na região metropolitana de Natal, Rio Grande do Norte – Brasil – Rafael Pereira Da Silva, Francisco Fransualdo de Azevedo

17h15: Os sistemas de produção agropecuária em áreas urbanas e periurbanas no oeste do estado de São Paulo – Arnaldo Pedroso Coelho, Silvia Maria A Lima Costa, Antônio Lázaro Sant´Ana, Paulo César Saraiva

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: O uso agrícola do território na região metropolitana de Natal: a prática da agricultura urbana nos municípios de Natal e Parnamirim-RN/Brasil – Celso Donizete Locatel

16h15: Hortas urbanas no bairro do Campeche, Florianópolis – SC e a Economia Solidária. – Paula Carolina Favaretto Santos, Clécio Azevedo da Silva

16h30: A diversidade da agricultura urbana em Portugal – Rosangela Ap. de Medeiros Hespanhol

16h45: Abastecimento alimentar e precificação de produtos hortifrutigranjeiros da agricultura urbana e periurbana da região metropolitana de Natal – RN – Elvis Natan Dantas Pereira, Francisco Fransualdo de Azevedo

 

 

GT 7. Gastronomia e Ruralidades em sociedades urbanizadas: conexões entre chefs, agricultores, consumidores e ingredientes singulares

Coordenação:

  • Tainá Bacellar Zaneti – Universidade de Brasília (Brasil)
  • Raul Matta – Universidade de Gottingen (Alemanha)
  • Eric Olmedo – Universidade Kebangsaan Malásia (Malásia)
  • Janine Collaço – Universidade Federal de Goiás (Brasil)
  • Alessandra dos Santos Santos – Centro Universitário de Brasília (Brasil)

Local: Sala 106 do Prédio Centenário (H)

 

Programação

19 de setembro das 16h às 18h

16h: A valorização de frutos da biodiversidade do nordeste brasileiro por meio da gastronomia – Adriana Camurça Pontes Siqueira, Eveline De Alencar Costa , Robson Nascimento Da Mota , Rafael Queiroz Gurgel Do Amaral

16h15: Entre a teoria e a prática: a contribuição dos cursos superiores de gastronomia para valorização da cultura e preservação da sociobiodiversidade brasileira.  – Ana Paula C. Jacques

16h30: A gastronomia sustentável de Paraty: negociações em torno da qualidade ligada ao território – Gilberto Carlos Cerqueira Mascarenhas

16h45: As mãos que mexem as panelas: a culinária tradicional seridoense e as normas de boas práticas para serviços de alimentação na cidade de Caicó/RN – Hallysson Jorge De Medeiros Nóbrega, Cimone Rozendo De Souza

17h: O uso de produtos da agrobiobiodiversidade na gastronomia: uma parceria que dá certo – Juliana Machado Severo, Vanuska Lima Da Silva, Tatiana Mota Miranda

17h15: Como a percepção do sabor e o conhecimento influencia o consumidor na decisão de compra de Azeite de Oliva – Larissa Bueno Ambrosini, Roni Blume, Suzimary Specht, Paulo Lipp João

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Gastronomização da agricultura familiar: o caso do restaurante o navegador – Nadja Ohana Soares Guilherme, Maria De Fátima Ferreira Portilho

16h15: Gastronomia e paz na Colômbia: um novo espaço social emerge – Paula Villarraga Barracaldo, Flávia Charão Marques

16h30: Do prato do agricultor para a mesa do feirante: um estudo sobre práticas e saberes envolvendo o consumo de plantas alimentícias não convencionais – Renata Tomaz do Amaral Ribeiro

16h45: Os princípios dos movimentos alimentares alternativos e o novo manifesto gastronômico. evidências da Europa Oriental. – Teodora Capota, Lucian Cuibus , Horia Simon

17h: Desenvolvimento de pratos à base de vegetais como uma estratégia de catering para o aumento do consumo entre adolescentes: um estudo internacional – Vanessa Mello Rodrigues, Agnès Giboreau, Laure Saulais, Heather Hartwell.

 

8. Conexões entre agricultura urbana, agroecologia, direito à alimentação e direito à cidade

Coordenação:

  • Heloisa Soares de Moura Costa – Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil)
  • Veruska Prado Alexandre – Universidade Federal de Goiás (Brasil)
  • Daniela Adil Oliveira de Almeida – Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional na Prefeitura de Belo Horizonte e AUÊ! – Grupo de Estudo sobre Agricultura Urbana da Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil)
  • Inês Rugani Ribeiro de Castro – Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Brasil)
  • André Ruoppolo Biazoti – Grupo de Estudos em Agricultura Urbana do Instituto de Estudos Avançados, Universidade de São Paulo (Brasil)
  • André Campos Búrigo – Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Fundação Oswaldo Cruz (Brasil)

 

Local: Sala 701 da Faculdade de Educação (D)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Conservação de refugiados na cidade? Política Ambiental versus Agricultores (ex-Peri) Urbanos no Rio de Janeiro – Scott William Hoefle

16h15: Agriculturas Urbanas cultivadas por populações caboverdianas na Grande Lisboa: direito à cidade e cidadania insurgente? – Juliana Torquato Luiz

16h30: Agricultura urbana agroecológica: conflitos e possibilidades no Rio de Janeiro – Caren Freitas de Lima, Tatiana Cotta Gonçalves Pereira, Cristhiane Oliveira da Graça Amâncio

16h45: Estamos fartos: coalizões político-ecológicas pela alimentação – Renata Motta

17h: Agroecologia da metrópole: redes e articulações para o fortalecimento da agroecologia na Região Metropolitana de Belo Horizonte – Gabriel Mattos Ornelas, Ghiulia Cabral Martins

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Áreas rurais sob pressão urbana: uma proposta de planejamento por cenários aplicados ao caso da Fazenda do Arado Velho em Porto Alegre – Camila Bellaver Alberti, Geisa Zanini Rorato, Eugenia Aumond Kuhn, Mariana Mocellin Mincarone

16h15: O Plano Diretor Estratégico – PDE e a Zona Rural Paulistana: avanços ou mais do mesmo? – Patricia Marra Sepe, Anna Kaiser Mori, Maria Lucia Ramos Bellenzani, Lucas do Valle Moura

16h30: Reconhecendo as conexões do sistema alimentar na cidade-região: Caracterização e Mapeamento das Agriculturas na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) Camila Marina Teixeira Ferreira, Melissa Luciana de Araújo, Patrícia Cristina Coutinho Nardini, Victor Gabriel de Souza Lima Alencar

16h45: Cenários para a agricultura urbana e periurbana em Goiânia à luz da revisão da lei n° 171/2007 – Plano Diretor Municipal – Débora Raíssa Marçal, Gabriel Gade Martins Mesquita, Karla Emmanuela R. Hora

17h: Trama Verde e Azul e agroecologia urbana: aproximações a partir da experiência de planejamento participativo da Região Metropolitana de Belo Horizonte – Ana Carolina Pinheiro Euclydes

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Desenvolvimento de aplicativo mobile colaborativo que conecta pessoas a espaços ociosos para a criação de hortas urbanas: Nicoli Bonalume, Raquel Canuto, Filipe Souza dos Santos, Eugenia Aumond Kuhn

16h15: Power, praxis, and othering: urban bees to bridge the Human/Nature divide – Jennifer Marshman

16h30: Trama Verde e Azul: superando dicotomias e articulando natureza, agroecologia e urbanização na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Brasil – Rogério Palhares Zschaber de Araújo, Heloisa Soares de Moura Costa

16h45: Agroecologia, diálogo e vida: mediações entre rural e urbano em Santa Maria/RS – Maurício Machado Sena; Bernardo Rodrigues da Silva

17h: O “Tira Caqui” e a colheita solidária: uma prática de afirmação da agricultura na cidade – Ketyline Pimenta Genaro, Renata Claudino Fernandes da Silva, Annelise Caetano Fraga Fernandes

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Horta Agroecológica – modificando hábitos e ampliando saúde – Valdirene Camatti Sartori, Luana Vanessa Peretti Minello, Iashoda Mai Devi Dase Caro Hessel, Michele do Nascimento

16h15: A Horta Comunitária como laboratório socioambiental de construção de cidade – Katerine Vanessa Flórez Medina, Rumi Regina Kubo

16h30: CSA: uma experiência de transformações na agricultura urbana de Sete Lagoas-MG – Glauco Regis Florisbelo, Angelina Moreira Melo, Alair Ferreira de Freitas

16h45: O que os hortelões urbanos têm a dizer sobre hortas urbanas no Distrito Federal? Lucas Lima de Almeida, Bruna Pedroso Thomaz de Oliveira, Mayane Cristina Santos Costa, Flávio Augusto de Oliveira Duarte

17h: Horta Comunitária da Lomba do Pinheiro: coesão social e preservação ambiental – Mariana Mocellin Mincarone, Eugenia Aumond Kuhn, Geisa Zanini Rorato, Camila Bellaver Alberti

 

GT 9. As (re)configurações rurais e urbanas na alimentação e a perspectiva territorial

Coordenação:

  • Anelise Graciele Rambo – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Ademir Antonio Cazella – Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil)
  • Giulia Giacchè – AgroParisTech (França)
  • Hannah Wittman – Centro de Sistemas Alimentares Sustentáveis, Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá)
  • Héctor Robles Berlanga – Universidade Autônoma Metropolitana (México)
  • Virgínia de Lima Palhares – Universidade Federal de Minas Gerais (Brasil)

 Local: Sala Cerejeira – Centro de Cultural (B)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h30

16h: Evolução das conexões entre produção e consumo e seus impactos sobre as dinâmicas de um território: o caso de Mocajuba na Amazônia Oriental – PA – Pauline Cuenin, Marc Piraux

16h15: As(re)configurações rurais a partir de comunidades tradicionais e povos quilombolas inseridos na oferta da alimentação saudável no território da cidadania da baixada cuiabana – Lisanil Pereira, Eliete Lopes, Roselene Maruyama, Waldineia Ferreira

16h30: Mercados institucionais e a construção de territórios de paz na colômbia – Mireya Eugenia Valencia Perafán, Catia Grisa

16h45: Produção de alimentos no processo de (re) territorialização na região oriental de Antioquia, Colômbia – José Aníbal Quintero Hernández, Claudia Patricia Zuluaga

17h: Reconexão entre produção e consumo de alimentos e a política territorial de desenvolvimento rural no Brasil – Anelise Graciele Rambo, Tanise Dias Freitas

17h15: Território identidade da comunidade de pescadores – Retiele Vellar, Décio Cotrim

17h30: As feiras da agricultura familiar como território de práticas alimentares e sociabilidades: compreendendo a relação feirante – FreguêsAna Paula Cavali Fontana, Romilda de Souza Lima

17h45: O programa paiterey: reconexão entre produção e consumo de alimentos saudáveis e sustentáveis na terra indígena sete de setembro – José Henrique Nogueira, Pedro Silva, Xênia Barbosa

18h: Experiência da central de comercialização da agricultura familiar do território da zona da mata norte da Paraíba-Brasil – Márcia Dos Santos Couto Dornelles, Ricela Maria Marinho Sales

 

18 de setembro das 16h às 18h30

16h: Estratégias alimentares de famílias pobres no oeste de Santa Catarina, Brasil – Andrea Tecchio, Ademir Antonio Cazella Eric Sabourin Geneviève Cortes

16h15: Redes de inovação em desenvolvimento rural: o curso piloto em agricultura biodinâmica na região centro sul do Rio Grande do Sul – Lillian Bastian, Rafaela Biehl Printes, Julia Bolognesi de Lima, Simon Christian Blaser

16h30: A construção de uma cesta de bens e serviços territoriais – Leandro Guimaraes Numes de Paula, Ademir Antonio Cazella, Monique Medeiros

16h45: É dia de fazer feira na universidade: análise do perfil do consumidor da polifeira – UFSM –

Suzimary Specht, Mylla Trisha Mello Souza, Roni Blume, Marta Von Ende

17h: O valor dos mercados de agricultores para o território e a comunidade: o caso de campi aperti (Itália) – Giampiero Mazzocchi, Davide Marino

17h15: A constituição do capital social a partir da implementação do modelo CSA – Angelina Moreira Melo, Soraia Aparecida Monteiro, Alair Ferreira de Freitas, Daniel Calbino Pinheiro

17h30: Agroindústrias familiares com foco solidário e a diversificação da atividade agrícola no semiárido da paraíba – Brasil – Ricelia Sales, Mônica Cavalcanti, Karla Silva, Patricia Silva

17h45: Engenhos de farinha: construindo resistências em rede – Manuela Valim Braganholo

 

19 de setembro das 16h às 18h30

16h: A influência do pensamento acrático no projeto e desenvolvimento do espaço urbano: experiências coletivas e agricultura urbana – Valéria Borges Yonegura, Henrique Manoel Silva

16h15: Inovação social nas práticas emergentes da agricultura urbana: estudo de caso de Zurique – Irene Yerro

16h30: Hortas urbanas: respostas locais a problemas globais? – Carla Pires Vieira da Rocha

16h45: Relação rural-urbano e as agriculturas na região metropolitana de Belo Horizonte – Victor Gabriel de Souza Lima Alencar

17h: Nova perspectiva para a reconfiguração de sistemas alimentares: o modelo de supermercado cooperativo – Giulia Giacchè

17h15: Caracterização das feiras livres de produtos orgânicos em porto alegre – Juliane Totta

17h30: Revendo as evidências e detectando o impacto do mercado de rua: dois casos na cidade de Groningen – André Bogni, Nathália Widniczck Striebel

17h45: As raízes da cidade: sistemas alimentares criativos nas pequenas cidades europeias – Maria Mar Delgado-Serrano

 

21 de setembro das 16h às 18h30

16h: A produção de alimentos em jogo: a perigosa aposta na produção de commodities via PRONAF no Sul do Rio Grande do Sul – Marcelo Antonio Conterato, Cauê Assis Bráz

16h15: O (re)despertar da vida comunitária por meio da memória dos antepassados: o caso da comunidade rural de linha acre – Cândido Godói (RS) – Rejane Inês Kieling, Cidonea Machado

16h30: As transformações da alimentação e a agricultura em regiões de cultivos de coca na colômbia – Nathalia Valderrama Bohórquez

16h45: As contradições e tensões entre o urbano e o rural e o global e o local no sul global no debate da soberania alimentar – Mônica Schiavinatto

17h: Diversificação de renda no meio rural por agroindústrias familiares – Luana Cristina Duarte, Catia Schneider, Valesca Schardong Villes, Rosani Spanevello

17h15: Os efeitos das mudanças na renda familiar e no consumo urbano sobre a produção e comercialização de alimentos no município de Igrejinha RS – Alexandre Matte Junior, Darlan Alves, Jorge Luiz Amaral de Moraes, Marcos, Griebeler

17h30: Reconfiguração produtiva no ambiente rural da região do semiárido brasileiro: debatendo a mitigação da pobreza a partir da agroecologia – Luciano Barbosa, Tatiana Brandão, Danielle da Silva, Kleciane Maciel

17h45: Resistência agroecológica em meio às flores de agrotóxicos na comunidade São Severino – Gravatá/PE – Brasil – Liara Silva Medeiros, Mônica Cox De Britto Pereira

18h: A produção de alimentos em jogo: a perigosa aposta na produção de commodities via pronaf no sul do rio grande do sul – Marcelo Antonio Conterato, Cauê Assis Bráz

 

GT 10. Processos de qualificação de produtos em sistemas agroalimentares: conceitos, disputas e valores em debate

Coordenação:

  • Marília Luz David – Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul (Brasil)
  • Fabiana Thomé Da Cruz – Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul (Brasil)
  • Ligia A. Inhan – Instituto Federal Do Sudeste De Minas Gerais (Brasil)
  • Marcelo Agustín Champredonde – Instituto Nacional De Tecnologia Agrícola (Argentina)
  • Andreza Martins – Universidade Federal De Santa Catarina (Brasil)
  • Krisciê Pertile Perini – Universidade Federal Do Rio Grande (Brasil)

Local: Sala FCE322 da Faculdade de Economia (g)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h30

16h: Que qualidades para quais mercados? O caso do queijo colonial da microrregião de Capanema, Paraná – Camila Viana, Rozane Triches, Fabiana Thome Da Cruz, Luciene Rodrigues

16h15: Mercados das agroindústrias familiares de queijo artesanal do sudoeste do Paraná – Mariana Beal Dengo, Miguel Angelo Perondi, Marcio Gazolla

 16h30: Usos e efeitos da indicação geográfica na produção do queijo do Serro – Arthur Saldanha Dos Santos

16h45: A ambivalência do conhecimento científico sobre produtos alimentares tradicionais: o caso do queijo kochkäse – Maiko Rafael Spiess

17h: Alimentos tradicionais, produção e importância social: uma análise a partir da farinha de mandioca da baixada cuiabana – Mato Grosso – Ozeni Souza de Oliveira, Rosane Aparecida Kulevicz, Vitor Hugo Brito

 

18 de setembro das 16h às 18h30

16h: Relações de proximidade e confiança no mercado de produtos orgânicos: organizações de controle social em foco – Vitória de Souza Leão

16h15: Produtos orgânicos x agroecológicos: reflexões a partir do conceito de qualidade ampla dos alimentos – Josiane Rodrigues Miollo, Gisele Martins Guimarães

16h30: Percepções dos consumidores da feira orgânica e da agricultura familiar de criciúma, Santa Catarina, em torno da qualidade dos alimentos – Loyvana Carolina Perucchi

16h45: Trajetórias e processos de qualificação da banana orgânica no Brasil – Jéssica Maria Rosa Lucion, Guilherme Francisco Waterloo Radomsky

17h: Práticas alimentares e modos de vida identitários: um debate sobre o consumo do rural pelo turismo – Ana Maria Costa Beber, Susana Gastal, Renata Menasche

17h15: Práticas alimentares em transformação: modelos de produção e modos de vida no campo – Ana Maria Costa Beber, Susana Gastal

 

19 de setembro das 16h às 18h30

16h: Produção de verdades na alimentação: uma análise sobre as noções de qualidade e segurança dos alimentos no marco regulatório brasileiro e as possibilidades para uma qualificação mais democrática – Luna Dalla Rosa Carvalho

16h15: Contestando a base epistêmica da legislação sanitária da produção de alimentos no Brasil:  conflitos em torno do conceito de qualidade – Gisele Martins Guimarães, Paulo Roberto Cardoso da Silveira

16h30: Normas sanitárias para qualidade e segurança dos alimentos tracionais e artesanais – Rosane Aparecida Kulevicz, Ozeni Souza de Oliveira, Benedito Albuquerque da Silva

16h45: Processados para preparar: a alegação de “natural” nos rótulos dos “pratos para cozinhar” e o direito à informação em pauta – Naína Tumelero, Nathalia Lima Pinto

17h: O perfil da informalidade na comercialização em feiras livres em Santiago-RS – Mylla Souza,  Lidiane Machado, Gustavo Pinto da Silva, Alexandre Dorneles do Canto

 

21 de setembro das 16h às 18h30

16h: Atributos de qualidade valorizados por consumidores em cadeias curtas – Eder de Sousa, Andréa Rossi Scalco, Cristiane Bernardo

16h15: Qualidade Na Produção De Cerveja Artesanal: Uma Análise A Partir Do Discurso De Cervejeiros Artesanais – Bruna Gewehr

16h30: Técnica e o artesão: reflexões fenomenológicas sobre o artesão cervejeiro brasileiro – Guilherme Rodrigues Oliveira, Ariston Azevêdo Mendes, Marcia Dutra de Barcellos

16h45: Um novo conceito no mercado de açaí (Euterpe Oleracea Mart.): a superfruta e as transformações na representação do fruto – Suany Machado da Silva, João Paulo Louzada Vieira
Lorena Karine Gomes Noronha

17h: O papel da certificação kosher no acesso a mercados: um estudo de caso em uma agroindústria de polpa de frutas – Jéssica Gonella, Ana Elisa Lourenzani, Gessuir Pigatto, Eduardo Satolo

 

GT 11. Cadeias de produtos da sociobiodiversidade e redes alimentares tradicionais: entendendo o seu papel em segurança alimentar e nutricional e no desenvolvimento sustentável

Coordenação:

  • Talis Tisenkopfs – Centro de Estudos Bálticos da Universidade da Letônia (Letônia)
  • Janaína Deane de Abreu Sá Diniz – Universidade de Brasília (Brasil)
  • Mariana Oliveira Ramos – Universidade Federal do Rio Grande do Sul e ONG ANAMA (Brasil)
  • Mikelis Grivins – Centro de Estudos Bálticos da Universidade da Letônia (Letônia)
  • Stéphane Guéneau – Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica para o Desenvolvimento (França)
  • Elisabete Figueiredo – Universidade de Aveiro (Portugal)

Local: Sala Anexo do Prédio Centenário (H)

 

Programação

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Alimentos com história: práticas e saberes em uma comunidade quilombola do Alto Jacuí – Cinara Fontoura Dorneles Machado, Claudia Maria Prudêncio de Mera

16h15: Potencial nutricional do caule da espécie nativa brasileira jaracatiá – Fernanda Camboim Rockett, Helena de Oliveira Schmidt, Alessandro de Oliveira Rios

16h30: Manejo de castanhais nativos no acre: aspectos ecológicos, econômicos e sociais – Fernanda Lopes da Fonseca, Cleísa Brasil Da Cunha Cartaxo

16h45: A sociobiodiversidade no Projeto de Assentamentos Agroextrativista João Pilatos, Região Metropolitana de Belém, estado do Pará – Gessiane da Silva Paulino, Jayne Isabel da Cunha Guimarães Chiacchio, Armando Lirio de Souza

17h: Desenvolvimento de um nhoque sem glúten feito com sementes de pinheiro brasileiras (Araucaria Angustifolia) para a comunidade de agricultores de Campos De Cima Da Serra – Gustavo Gregory, Marta de Lima e Cunha, Roberta Cruz Silveira Thys.

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Fortalecimento da pesca artesanal cooperativa com botos na barra do rio Tramandaí – RS – Lara Yelena Werner Yamaguchi, Daniela Sanfelice

16h15: Saberes locais da Macaúba associados à Feira Agroecológica Raízes do Campo em Jaboticatubas, MG – Luana do Carmo, Daya Gloor Vellasco, Bruno Martins Dala

16h30: Desafios para a criação, manutenção e fortalecimento das cadeias de produtos da sociobiodiversidade e redes agroalimentares tradicionais: o caso das Fortalezas Slow Food no Brasil. – Maria das Graças Brightwell, Oscar Rover, Pedro Xavier

16h30: Construção de identidade, empoderamento mútuo e negociação política no mercado de agricultores – Maria Vasile, Fabiana Thomé da Cruz

17h: Mapeamento da cadeia do Butiá (Butia Spp) no Sul do Brasil sob enfoque da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional – Mariana Oliveira Ramos

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Vinculando políticas e comunidades através do patrimônio culinário e produtos florestais – Talis Tisenkopfs, Mikelis Grivins

16h15: Canais de Distribuição de produtos agroextrativistas do Vale do Rio Urucuia – Minas Gerais – Tayline Walverde Bispo, Janaína Deane de Abreu Sá Diniz

16h30: O fortalecimento da sociobiodiversidade a partir da parceria universidade e cadeia solidária de frutas nativas no RS, Brasil – Vicente Czermak Zucatti Buttner, Marianela Zuñiga-Escobar, Ricardo Silva Pereira Mello

 

GT 12. Governança e Inovação Social: experiências e avanços para a sustentabilidade em sistemas agroalimentares

Coordenação:

  • Giuliana Aparecida Santini Pigatto – Universidade Estadual Paulista (Brasil)
  • Gianluca Brunori – Universidade de Pisa (Itália)
  • Ana Elisa Bressan Smith Lourenzani – Universidade Estadual Paulista (Brasil)
  • Andrea Rossi Scalco – Universidade Estadual Paulista (Brasil)
  • Sandra Mara Schiavi Bánkuti – Universidade Estadual de Maringá (Brasil)

Local: Sala 605 da Faculdade de Educação (D)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Central de cooperativas na comercialização de produtos da agricultura familiar: o caso da Centrafes do estado de Sergipe – Marco Antônio Pereira Quero, Larissa Gomes dos Santos, José Ramalho Chagas Neto, Alex Sandro Chagas Mecenas

16h20: A inovação e a esfera pública cooperativa – Nilson Binda

16h40: Desvendando a arquitetura de expansão do Sistema de Inovação da Intensificação do Arroz (SRI) na Índia: perspectivas para alcançar os ODSs – Soutrik Basu

17h: Curta cadeia de abastecimento alimentar: características na agricultura familiar – Luane da Conceição Aguiar, Mauro Eduardo Delgrossi e Karim Marini Thomé

17h20: Arranjo produtivo local agroindústria familiar e diversidade do médio alto uruguai – rs: inovação em termos de desenvolvimento territorial – José Eduardo Gubert, Arlindo Jesus Prestes de Lima, Jeferson Tonin e Gelson Pelegrini

17h40: Governança e sustentabilidade em sistemas de integração na avicultura: um estudo sob a ótica da mensuração – Bianca Jupiara Fortes, José Paulo de Souza e Sandra Mara Schiavi Bánkuti

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: A governança ambiental e os arranjos institucionais: os casos de comunidades no xingu e do vale do ribeira – Mayara Roberta Martins e Rosely Alvim Sanches

16h20: Como o “guanxiquan” contribui para a formação comunitária da CSA? Um estudo multiplo sobre governança em seis casos de fazendas CSA na china – Yanyan Li e Li Zhou

16h40: Seminário regional de agroindústrias como canal de comunicação e desenvolvimento das agroindústrias da região do Médio e Alto Uruguai – Marília Zabot, Cibele Zeni, Tassiana Halmenschlager Oliveira e Rafael Foletto

17h: Fortalecimento de arranjos produtivos locais e de cadeias agroalimentares curtas de base ecológica através do uso de remineralizadores de solo – Lido José Borsuk e Luis Carlos Borsuk

17h20: Investigação dos custos de transação das unidades de community supported agriculture (csa) do estado de são paulo: uma abordagem utilizando análise de componentes principais – Liliane Ubeda Morandi Rotoli, Gessica Mina Kim Jesus, Andréa Rossi Scalco e Giuliana Aparecida Santini Pigatto

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Análise SWOT em agroindústrias: uma maneira de proporcionar estratégicamente a segurança alimentar a comunidade local – Caroline Conteratto, Gabrielli Do Carmo Martinelli, Laura Possani

16h20: O capital social em uma rede interorganizacional na cadeia produtiva do cacau no Sul da Bahia – Wilcer André Marcório; Ana Elisa Bressan Smith Lourenzani; Giuliana Aparecida Santini Pigatto; Sandra Mara Schiavi

16h40: Manifestações agrícolas como inovação social: o papel da forma e do conteúdo na promoção de metas de sustentabilidade – Anda Adamsone-Fiskovica, Mikelis Grivins e Talis Tisenkopfs

17h: APL agroindústria familiar e diversidade: uma inovação em termos de desenvolvimento territorial – José Eduardo Gubert, Jeferson Tonin, Arlindo Jesus Prestes de Lima

17h20: O estado da arte em sistema de integração lavoura pecuária e floresta para a demanda futura de alimentos – Léia Michele Souza Móta; Gabrielli Do Carmo Martinelli; Letícia De Oliveira; Eluardo De Oliveira Marques

17h40: Comunicação para o desenvolvimento: usos, consumos e apropriações das TICs em cadeias curtas – Carlise Schneider Rudnicki, Ada Cristina Silveira e Jaqueline Kegler

 

 

GT 13. Produção, comércio e consumo em redes e cadeias alimentares

Coordenação:

  • Marcio Gazolla – Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Brasil)
  • Jean Philippe Palma Révillion – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Moisés Villamil Balestro – Universidade de Brasília (Brasil)
  • Moacir Roberto Darolt – Instituto Agronômico do Paraná (Brasil)
  • Maria Fonte – Universidade de Nápoles Federico II (Itália)

Local: Sala Jacarandá – Centro de Cultural (B)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h20

16h: Cadeias agroalimentares curtas: um estudo dos empreendimentos familiares rurais de Constantina/RS – Caroline Conteratto, Tanice Andreatta

16h20: Construção social dos mercados para agricultura familiar: um estudo de caso da central de comercialização da agricultura familiar no Rio Grande do Norte – Letícia de Souza Amaral, Thales Augusto Medeiros Penha

16h40: Ticket feira e a indução aos circuitos curtos de comercialização de produtos agroindustriais – Armando Fornazier e Tiago Moraes Silva

17h: Argumentando a favor da autossuficiência: investigando a cadeia de abastecimento alimentar rural-urbana da Jamaica – Beth Timmers

17h20: Cadeia agroalimentar e ater pública: relação, perspectivas e desafios para o desenvolvimento do território do sertão ocidental de Sergipe – João Ernandes Barreto Nascimento, Fernanda Viana de Alcantara, José Eloízio da Costa, Marcelo Alves Mendes

17h40: Estudo comparativo dos canais de comercialização de frutas e hortaliças de municípios do Vale do Jacuí / RS – Jaqueline Menezes Dias, Gustavo Pinto da Silva, Marinês da Silva

18h: A comercialização de orgânicos em cooperativas de consumidores do RS e SC analisadas sob a ótica da cadeia de distribuição – Adriano Diego Klein, Caroline Rippe De Mello Klein, Marcelo Matos De Sá

 

18 de setembro das 16h às 18h20

16h: As cadeias agroalimentares curtas e o desenvolvimento rural: um estudo na região Alto Uruguai (RS) – Zenicléia Angelita Deggerone, Sergio Schneider, Douglas Cenci, Anaclara Aparecida Strapasson

16h20: Mercados agroalimentares e instituições sociais: problematizando a construção social da imersão econômica – Abel Perinazzo Cassol

16h40: Rede Xique-xique: a construção social de mercados nos territórios rurais Açu-Mossoró e Sertão do Apodi, no Rio Grande do Norte – Cesar José de Oliveira, Fernando Bastos Costa

17h: Heterogeneidade estrutural e a inserção de agricultores familiares em canais curtos de comercialização – Amanda Borges de Souza, Armando Fornazier, Mauro Eduardo Del Grossi

17h20: O perfil socioeconômico dos bairros de incidência de feiras agroecológicas em Porto Alegre, Rio Grande do Sul – Ângelo Belletti

17h40: Convencionalização da agricultura orgânica e agrobiodiversidade: estudo comparativo entre Itália e Sul do Brasil – Adevan da Silva Pugas, Oscar José Rover, Bernardo de Gennaro

18h: Sistemas de Garantia Participativa (PGSS): uma ferramenta de co-construção para reforçar as Redes Alimentares Alternativas – Francesco Vittori, Oscar José Rover

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Programa Ecoforte e o fortalecimento das redes de agroecologia – Jéssica Maiara Rodrigues Martins e Regina Helena Rosa Sambuichi

16h20: Cadeias curtas de alimentos orgânicos e resistência camponesa: o caso das feiras ecológicas da região metropolitana de Porto Alegre/RS – Jonathan Gilnei Rodrigues dos Santos, Ulisses Pereira de Mello, Dayana Cristina Mezzonato Machado, Saruê Karina do Santo Isaton

16h40: Avaliação da Produção e Comercialização de Alimentos Orgânicos na cidade de Belém/PA – Amanda de Sousa Loiola, Brenda Batista Alencar da Silva, Bruno Henrique dos Santos Morais, Aline Ozana de Souza

17h: A prática social da agroecologia no brasil e a construção de mercados de produtos: um olhar sobre a experiência da Econativa – Daniela oliveira e Julian Perez Casarino

17h20: Feira de base agroecológica: um despertar para a ecologização da horticultura na comunidade Ave Verde em Teresina? – Maria Elza Soares da Silva, Cristiane Lopes Carneiro d’Albuquerque

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Consumo alimentar contemporâneo: uma discussão teórica acerca de alguns elementos explicativos – Pahola Viecelli e Márcio Gazolla

16h20: Comportamento, hábitos, motivações e limitações de consumidores de alimentos orgânicos de Itajaí e Balneário Camboriú/SC – Natascha Emanuella Martins Perin, Eloysa Nezello Mosimann

16h40: (Re)conexões entre produção e consumo no sistema agroalimentar: o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST e a Politização da alimentação – Jennifer Harumi Tanaka, Fátima Portilho

17h: Comportamento dos consumidores de alimentos orgânicos: um estudo nas publicações internacionais – Deise de Oliveira Alves, Adeildo de Quadros Moura

17h20: As motivações dos consumidores de alimentos orgânicos: uma comparação entre uma feira de shopping e uma loja da Reforma Agrária – Maiz Bortolomiol Dias

 

GT 14. Gênero e práticas alimentares

Coordenação:

  • Ana Carolina Rodríguez Ibarra – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Colômbia)
  • Rita de Cássia Maciazeki Gomes – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Gloria Patricia Zuluaga Sánchez – Universidade Nacional da Colômbia (Colômbia)
  • Luymara Pereira Bezerra de Almeida – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Tamara Raísa Bubanz Silva – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)

Local: Celso Furtado, Prédio do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural – PGDR (I)

 

Programação

 17 de setembro das 16h às 18h

16h: O autoconsumo e as mudanças nos modos de vida de famílias camponesas que vivenciam a agroecologia – Ana Flávia Padilha, Angélica Servegnini de Wallau

16h15: Atividade de educação alimentar com consumidores que frequentam a feirinha solidária da UFU para incentivo à aquisição e consumo de ervas orgânicas – Barbara Virginia Caixeta Crepaldi, Dannyele Nunes Carrijo, Erika Maria Marcondes Tassi, Cristiane Betanho

16h30: Práticas alimentares nas mãos das mulheres. Papel ou direitos?– Cecilia Zenteno Lawrence, Marianela Zúñiga Escobar

16h45: “A agroecologia é uma mudança de atitude, não é simplesmente produzir”:  experiências agroecológicas entre mulheres camponesas – Clair Odete Schneider , Thiago de Oliveira Vargas

17h: O que eles e elas produzem? A correlação entre envelhecimento e produção de alimentos: estudo de caso do assentamento gleba XV de novembro – SP – Danitielle Cineli Simonato, Sonia Maria Pessoa Pereira Bergamasco

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Género e gestão de resíduos domésticos na Indonésia – Gumilar Hadiningrat

16h15: Relocalização alimentar e mulheres rurais: local and gender trap? – Judit Herrera Ortuño

16h30: O grupo de mulheres do assentamento conceição: trabalho, geração de renda, autonomia e emancipação feminina – Juliana De Almeida Costa, Fernanda de Figueiredo Ferreira

16h45:  Explorando experiências de gênero da agricultura urbana através da perspectiva da ecologia política feminista – Laine Young

17h: Protagonismo feminino na agroecologia: estudo de caso em são Miguel do Gostoso/RN – Letícia De Souza Amaral, Thales Augusto Medeiros Penha

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Mulheres e agrofloresta no cerrado – Luiz Cláudio Moura Santos, Laura Maria Goulart Duarte

16h15: As relações de gênero no contexto da agricultura periurbana do município de Vera Cruz – RN. – Márcio Vilela De Oliveira

16h30: Empoderamento feminino e sociobiodiversidade do cerrado brasileiro: o caso das mulheres agricultoras de anastácio – MS – Mayara Winie De Lima Bissoli, Vanderlei Franck Thies

16h45: Quintais produtivos: contribuição à segurança alimentar e ao desenvolvimento sustentável das mulheres rurais no RS – Brasil – Mirian Fabiane Strate, Sonia Maria da Costa

17h: Gênero e alimentação: um estudo comparativo da percepção de segurança alimentar e nutricional no campo e na cidade – Pedro Rammom Dos Santos Silca, José Henrique dos Santos Nogueira, Xênia de Castro Barbosa

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Soberania alimentar nos movimentos das mulheres trabalhadoras – Renata Motta, Marco Antônio Teixeira

16h15: Organização, mulher e agroindústrias no semiárido paraibano: o caso da fonte do sabor, Pombal – PB – Brasil – Ricelia Maria Marinho Sales, Maria da Paz Nascimento dos Santos Silva, Gesinaldo Ataíde Cândido , Luís Gustavo de Lima Sales

16h30: Segurança alimentar e nutricional: cultivando a saúde e praticando o lazer na horta – Roberta Ancelmo Da Silva, Thiago Marques Pereira, Leiko Asakura, Wanda Griep Hirai

16:45h: Feira da reforma agrária e empoderamento das mulheres camponesas: um estudo de caso no município de passos maia SC – Saruê Karina Do Santo Isaton, Jonathan Gilnei Rodriguês dos Santos

17h: A produção de alimentos pelas mulheres camponesas para o autoconsumo e a soberania alimentar – Valdete Boni, Rafael Fernando Lewer, Alice Bertoletti Lopes

 

 GT 15. Agrobiodiversidade e o fortalecimento dos agroecossistemas tradicionais

Coordenação:

  • Tatiana Mota Miranda – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Leonice Aparecida de Fátima Alves Pereira Mourad – Universidade Federal de Santa Maria (Brasil)
  • Erika Carcaño – Universidade de Guanajuato (México)
  • Shirley Rodríguez-Gonzalez – Universidade da Costa Rica (Costa Rica)
  • Hellen Cristina de Souza – Centro de Formação e Atualização de Profissionais de Educação Básica no Estado de Mato Grosso (Brasil)
  • Eliane Bonoporepá Monzilar – Secretaria Estadual de Educação e Cultura / MT (Brasil)

Local: Sala 102 da Faculdade de Educação (D)

 

Programação

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Guardiões de sementes crioulas e o seu protagonismo para a segurança alimentar e nutricional no Rio Grande do Sul, Brasil – Viviane Camejo Pereira, Fabio Dal Soglio

16h15: Sementes crioulas: preservar e promover a agrobiodiversidade brasileira – Marina Augusta Tauil Bernardo

16h30: Gestão da biodiversidade comunitária. Uma análise dos bancos comunitários de sementes na europa – Riccardo Bocci, Beate Koeller, Adanella Rossi

16h45: A agrobiodiversidade e a segurança alimentar e nutricional: um comparativo entre populações rurais da Costa Rica e Brasil – Shirley Rodríguez González, Viviane Camejo Pereira, Gabriela Coelho-de-Souza

17h: Sistemas agroflorestais biodiversos: um caminho estratégico para a conservação e a segurança alimentar e nutricional – Adriana Rita Sangalli, Tatiana Mota Miranda, Milton Parron Padovan

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Educação do campo e a importância da agricultura familiar: uma pratica desenvolvida no ensino fundamental na escola Marechal Cândido Rondon – Werica Mirlen Duarte Silva Marinalva Gomes, Elianai Moreira De Carvalho Oliveira, Miriam Elisabete Renner

16h15: Práticas agroecológicas: a experiência da escola estadual de educação indígena Julá Paré/MT – Marcio Monzilar Corezomaé

16h30: A agricultura tradicional e o currículo das escolas que lutam pela permanência na terra – Mariuce Campos de Moraes, Hellen Cristina De Souza, Ana Maria LopesJairton Kupodonepá

16h45: Refletindo sobre a horta escolar como ferramenta pedagógica na educação básica – Marilene Nadir de Souza e Silva, Marinez Cargnin-Stieler

17h: Como os agricultores podem ser sensibilizados para a qualidade da água e a biodiversidade? Um estudo de caso em uma área de produção de milho na França – Bárbara Da Cás Draguetti, Lionel Jordan-Meille, Benedicte Laborie, Adrien Chassan

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: As roças tradicionais (Kokué) Mbyá Guarani como pontos de re-existência biocultural em regiões urbanizadas – Carolina Silveira Costa, Tiago Zilles Fedrizzi, Iana Scopel Van Nouhuys, Rumi Regina Kubo

16h15: A prática da roça de toco na escola Jula Paré – Eneida Kupodonepá, Osvaldo Corezomae Monzilar

16h30: A agrobiodiversidade como ferramenta de resistência das famílias em Anse-à-Pitres, Haiti. – Carolina Alzate Gouzy, Frédéric Mertens, Myriam Fillion, Aviram Rozin

16h45: Agroflorestas e produtos da sociobiodiversidade: alternativa à agricultura familiar – Helena de Lima Müller, Josué Schneider Martins, Tatiana Mota Miranda

17h: Viabilidade do Cupuaçú na agricultura familiar – Monielly Gomes Monteiro, Marinalva Gomes

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Os valores humanos em agroextrativistas familiares de Cajuzinho-do-Cerrado – Aline de Oliveira Monteiro, Ana Maria Resende Junqueira

16h15: Memória, alimentação e identidade indígena do povo Umutina – Eliane Monzilar, Lorraine Monzilar Siqueira Gomes, Edna Monzilar

16h30: Agrobiodiversidade em unidade de conservação de uso sustentável: o caso da reserva de desenvolvimento sustentável quilombos no Vale do Ribeira, SP – Katia Maria Pacheco Dos Santos, Wagner Gomes Portilho

16h45: Caracterização da produção agrícola em famílias assentadas no assentamento Vale do Sol Município de Nova Olímpia – Elianai Moreira De Carvalho Oliveira, Dário Carvalho Oliveira , Werica Mirlen Duarte Silva

17h: Ressignificação e fortalecimento da memória alimentar dos Umutina: saberes e sabores da alimentação tradicional – Eliane Boroponepa Monzilar

GT 16. Comida e soberania alimentar

Coordenação:

  • Anelise Rizzolo – Universidade de Brasília  (Brasil)
  • Elisabetta Recine – Universidade de Brasília e Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Brasil)
  • Cecilia Rocha – Universidade de Ryerson (Canadá)
  • Arantza Begueira – Observatório da Alimentação (Espanha)
  • Glória Sammartino – Universidade de Buenos Aires (Argentina)
  • Julian Perez-Cassarino – Universidade Federal da Fronteira do Sul (Brasil)

Local: Sala Abacateiro – Centro de Cultural (B)

 

Programação

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: A atuação da associação cultural de preservação do patrimônio Bantu-acbantu em prol da soberania alimentar dos povos e comunidades tradicionais no estado do RS – Helena Botelho Senna, Ruben da Silva, Laila Maria Souza de Araujo, Raimundo Konmannanjy Silva

16h15: A experiência das mulheres em uma tradicional festa italiana de São Paulo: cozinhar como ato político para a soberania alimentar urbana – Maria Fernanda Petroli Frutuoso, Nathália Orquiza Dumbra, Marcos Alberto Taddeo Cipullo

16h30: A produção imaterial da vida: o saber camponês na preparação de iguarias derivadas da mandioca no município de Lagarto/SE – Núbia Dias dos Santos, Jonas Emanuel da Rocha Antão, Felipe da Fonseca Souza, Jonatas Ribeiro Marques

16h45: “Feito sol para aquecer seu coração”: oralidade, gestos e memória entre a formação do feirante e a comida ritualizada – Thaynara Thaissa Dias Guimarães

17h: O vegetarianismo ambiental: uma forma de ativismo urbano e fomento à soberania alimentar – Isabella Machado Altoé, Elaine de Azevedo

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Camponeses e os desafios na produção de alimentos a partir das sementes crioulas – Rafael Fernando Lewer, Valdete Boni

16h15: Agroecologia e nutrição: favorecendo a diversidade alimentar – Noelia Marcela Vera, Maria Elina Figueroa, Gloria Sammartino

16h30: Ativismo alimentar urbano como luta pela soberania alimentar no Oeste do Canadá – Ricardo Barbosa Júnior, Estevan Leopoldo de Freitas Coca

16h45: Diversificação da produção agrícola: comparando grupos de agricultores de acordo com suas intenções – Igor Senger, João Augusto Rossi Borges, João Armando Dessimon Machado,
Fernando Panno

17h: Sistemas alimentares, equidade e saúde. Uma análise do relatório IPES-FOOD 2017 – Luciene Burlandy, Cecilia Rocha, Renato Maluf

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Perfil socioeconômico e nutricional dos usuários do restaurante popular Herbert José De Souza – Betinho, em Joinville-SC – Marilyn Gonçalves Ferreira, Emanuelle Seefeld, Sandra Ana Czarnobay

16h15: Feiras nacionais da reforma agrária como ferramenta de diálogo entre campo e cidade – Olívio José da Silva Filho, Sabrina Mendes Pereira

16h30: Soberania alimentar: um conceito/movimento multiescalar – Mônica Schiavinatto

16h45: Uma discussão sobre a viabilidade da soberania alimentar – Estevan Leopoldo De Freitas Coca

17h: Agricultura Urbana e Soberania Alimentar: o Desafio das Práticas Alimentares – Brittany Kesselman

17h15: O papel da festa do peixe – Tramandaí (RS) na desvalorização da agrobiodiversidade local, da cultura e identidade regional – Helena Botelho Senna

 

17. Recuperação e redistribuição de excedentes de alimentos para a sustentabilidade nos sistemas alimentares

Coordenação:

  • Francesca Galli – Universidade de Pisa (Itália)
  • Marc Wegerif – Universidade de Pretória (África do Sul)
  • Walter Belik – Universidade Estadual de Campinas (Brasil)

 Local: Sala Milton Santos, Prédio do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural – PGDR (I)

 

Programação

 17 de setembro das 16h às 18h

16h: Políticas Públicas, Alianças e Consensos para a Redução de Perdas e Desperdício de Alimento – Walter Belik

16h20: Magnitude e causas das perdas e desperdícios de alimentos no México: uma proposta metodológica – Genaro Aguilar Gutiérrez

16h40: Estimativa de desperdício de alimentos em domicílios brasileiros: uma simulação de cenários – Glenio Piran Dal’ Magro

17h: Explorando as percepções dos consumidores sobre produtos alimentares abaixo do ideal: uma estratégia para a redução de resíduos alimentares – Isadora do Carmo Stangherlin, Diego Anicet Bittencourt, Keila Klein Aurélio, Marcia Dutra de Barcellos

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: As Centrais Atacadistas de Alimentos e o seu papel no Combate às Perdas e Desperdício de Alimentos – Walter Belik, Altivo R. de Almeida Cunha

16h20: Resgate de alimentos: uma proposta de quadro conceitual analítico para otimizar a tomada de decisão – Sylmara Lopes Francelino Gonçalves Dias

16h40: Sistema alimentar sustentável: a prática de doação. Um estudo de caso italiano – Giulia Lucertini, Sarah Stempfle, Giacomo Coppo, Matelda Reho

17h: Reduzir e Reutilizar desperdício de alimentos através de práticas cotidianas dentro do sistema simbiótico alimentos – Marc Wegerif

 

19. Novos Modelos de Negócios em Alimentos

Coordenação:

  • Marcia Dutra de Barcellos – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Neil Argent – Universidade da Nova Inglaterra (Austrália)
  • Solange Alfinito – Universidade de Brasília (Brasil)
  • Loic Sauvée – UniLasalle (França)
  • Luis Kluwe Aguiar – Universidade Harper Adams (Reino Unido)

 

Local: Sala Limoeiro – Centro de Cultural (B)

 

Programação

 17 de setembro das 16h às 18h

16h: Percepção de qualidade de alimentos: um estudo de avaliações de clientes on-line de food trucks – Ana Carolina Lopes de Almeida, Ana Luiza Brock

16h15: A conexão entre redes sociotécnicas, structural holes, laços fracos e o desenvolvimento de habilidades sociais em um negócio social atuante no ceará. – Ana Clara Aparecida Alves de Souza, Bruno de Souza Lessa

16h30: Consumidor vegano: uma análise de variáveis que definem seu perfil e suas motivações – Anelise Daniela Schinaider, Leonardo Xavier da Silva

16h45: A utilização da internet enquanto promotora de novos negócios da agricultura familiar – Ariane Fernandes da Conceição e Jhose Iale Camelo da Cunha

17h: Acesso e organização da comercialização de produtos diferenciados da agricultura familiar – Arlindo Jesus Prestes de Lima, Joel da Silva e Cleber Oliveira

17h15: Conectando pessoas e alimentos: estudo de segmentação de público para assinatura de cestas agroecológicas e desenvolvimento de habilidades culinárias – Betina Goettems Schneider, Luciana Dias de Oliveira e Daniela Francisco Brauner

 

18 de setembro das 16h às 18h

 

16h: Estrutura-conduta-desempenho em uma agroindústria familiar: a conduta como estratégia de criação de valor para o negócio – Cleverson Paulo Signor , Diego Kerber Camara

16h15: A concepção de um cluster turístico-produtivo orgânico: uma visão analítica dos direcionadores e desafios por meio da teoria dos stakeholders – Cynthia Faviero, Marcia Dutra de Barcellos, Isadora Stangherlin

16h30: Lentos, rapidos e intermediários: (novos) mercados de alimentos – Guilherme da Mata Pinho, Karim Marini Thomé

16h45: Práticas familiares e cultura alimentar: uma reunião calculada – Guilherme da Mata Pinho, Karim Marini Thomé

17h: Atributos de credibilidade e comportamento do consumidor nos mercados de agricultores – Humberto Davi Zen

17h15: Insetos para consumo humano: pista de inovação – Thelma Lucchese Cheung, Renata Farias Ferreira Da Silva

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Compreendendo a intenção do consumo de alimentos locais e regionais: um estudo sobre o comportamento de consumidores de frutas, legumes e verduras (FLVS) na região do médio alto Uruguai – Igor Senger, Oscar Agustín Torres Figueredo, Ricardo Oteiro Martins

16h15: O uso das TIC na agricultura familiar: um estudo de caso dos produtores de feira orgânica em Porto Alegre/RS – Jhose Iale Camelo da Cunha e Ariane Fernandes da Conceição

16h30: Agroindústrias de laticínios: cadeias curtas como caminhos a serem traçados em busca de qualidade – Jossiane Ortiz Silva, Josiane Rodrigues Miollo

16h45: Aliança para competir: a rede de vinícolas internacionais em aliança com a vinícola brasileira Miolo – Juliana Fatima de Moraes Hernandes

17h: O papel das atividades informais e semi-formais de reciclagem de lixo em um modelo de logística reversa de redes alternativas de alimentos – Louise Manning, Luís Kluwe Aguiar

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Fontes alternativas de proteína: insetos como ingrediente alimentar promissor – Luís Kluwe Aguiar, Thomas Evans Ourania Tremma

16h15: E-commerce como canal de comercialização de produtos orgânicos e gerador de circuitos curtos de abastecimento alimentar – Manuel Hyleer Alania Campos, Leonardo Xavier da Silva

16h30: Tendências de consumo e o fenômeno do eating out sobre a composição dos menus: uma análise comparada entre brasil, reino unido e Espanha – Maycon Noremberg Schubert, Sergio Schneider

16h45: Modelagem por mapa de valor hierárquico do consumidor de alimentos orgânicos no Brasil – Solange Alfinito, John Thøgersen, Eluiza Alberto de Morais Watanabe

17h: Clube de churrasco: criando valor e eliminando desperdício no mercado da carne – Stéffano Ciotta da Costa

 

GT 20. A Universidade na sociedade promovendo sistemas alimentares congruentes com a Soberania e a Segurança Alimentar e Nutricional

Coordenação:

  • Maria Rita Marques de Oliveira – Centro de Ciência e Tecnologia em Soberania Alimentar e Nutricional, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Brasil)
  • Eliana Maria Perez Tamayo – Universidade de Antioquia (Colômbia)
  • Elaine Martins Pasquim – Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (Brasil)
  • Eliziane Nicolodi Francescato Ruiz – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil)
  • Marianela Zúñiga – Universidade da Costa Rica (Costa Rica)
  • Andrea Monica Solans – Universidade de Buenos Aires (Argentina)

 

Local: Auditório da Faculdade de Ciências Econômicas (G)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Feira da UFMG: ensino-pesquisa-extensão na construção da agroecologia e da economia popular e solidária na região metropolitana de belo horizonte – Ana Carolina Figueiredo Silva, Gabriel Mattos Ornelas Diana Nascimento Rodrigues, Fernanda Louro de Souza

16h15: Ações do centro colaborador em alimentação e nutrição do escolar do rio grande do sul para fortalecimento da agricultura familiar no programa nacional de alimentação escolar – Ana Luiza Sander Scarparo, Amália Leonel Nascimento, Eliziane Nicolodi Francesato Ruiz, Luciana Dias de Oliveira

16h30: Clube do jardim: estratégias de alfabetização ecológica por meio de uma comunidade de práticas agroecológicas e sustentáveis – Bruna Pedroso Thomaz De Oliveira, Cecillia Lago Pinheiro, Tatiana Oliveira Novais

16h45: Núcleo de estudos em agroecologia articulando redes por meio de estudos e ações sobre segurança alimentar e nutricional, hídrica e energética no Distrito Federal, Brasil – Carolina Alzate Gouzy, Flaviane de Carvalho Canavesi, Gabriel Breves , Cristiane Gomes Barreto

17h: Curso universitário e sucessão na agricultura familiar: há relação? – Cristiano Nunes Nesi, Caroline Schmidt Facchi, Fabiano Rossi

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Paradigmas da ciência na extensão universitária em segurança alimentar e nutricional – Elaine Martins Pasquim, Elisabetta Recine

16h15: Soberania alimentar: reflexões e contribuições de estudos acadêmicos – Eliseu Champe Da Silva, Carmynie Barros e Xavier, Tamires Elisa Bieger, Anderson Sartorelli

16h30: A Universidade como ator-chave na construção de mercados agroecológicos – Fernanda Cristina Wiebusch, Marlon Dalmoro, Carlos Cândido da Silva Cyrne

16h45: Governança da política pública de SAN nos Territórios Rurais no Rio Grande do Sul: uma análise metodológica do fomento à implementação do SISAN municipal pelas Universidades – Gabriela Coelho-De-Souza, Brizabel Rocha

17h: Formação de recursos humanos em agricultura urbana: uma discussão a partir da experiência da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG – José Divino Lopes Filho, Rodrigo Pinto da Matta Machado, Melissa Luciana de Araújo

 

19 de setembro das 16h às 18h

16h: A utilização dos saberes locais na produção de orgânicos: um estudo a partir da realidade do grupo de agricultores ecologistas de Forqueta, Arroio do Meio, RS, Brasil – Luciana Turatti, Lucas Nicolini Barreto de Padua, Jane Márcia Mazzarino, Pietra Darde

16h15: Situações locais e perspectiva dos atores sobre a implementação da iniciativa escolas sustentáveis em Coto Brus, Costa Rica– Marcela Dumani-Echandi, Marianela Zúñiga-Escobar, Karla Medina Medina, Tatiana Zúñiga Navarro

16h30: Universidade e sociedade civil para (trans) formação: articulação com crianças e adolescentes para a garantia do direito humano à alimentação adequada em seus territórios – Maria Fernanda Petroli Frutuoso, Cássio Vinicius Afonso Viana

16h45: Os objetos limites podem ser usados para colaboração em escalas de tempo? Esperança para projetos de cultivo de alimentos universitários – Rebecca Laycock Pedersen

17h: Mapeamento biorregional em propriedades da agricultura familiar como instrumento de gestão ambiental – Rômulo Líbio Fogaça – Carine Simioni, Adriana Helena Lau

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: A universidade como uma organização mentora no processo de criação de conhecimento para a construção da vida amada do território – Rosalba Frias-Navarro

16h15: A atuação do coletivo de consumo rural urbano dentro da universidade federal do abc – Simone Aparecida Pellizon, Fernando Teixeira de Moura, Vinicius do Carmo, Renata Silva

16h30: Incorporando o enfoque agroecológico em escolas da região central do Rio Grande do Sul – Tamires Franco Conti, Gláucia Brisotto, Thiago Della Nina Idalgo, Luciane Ayres-Peres

16h45: Olericultura e Agricultura Familiar: relação ensino-extensão universitária no Oeste Catarinense – Vanessa Neumann Silva, Adriana Bilini

17h: Proposta de um instrumento para monitorar projetos no contexto da Rede Latino-Americana de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional – Yudi Paulina Garcia Paulina, Eliana María Pérez Tamayo, Maria Rita Marques de Oliveira

 

GT 21. Nutrição, ambientes alimentares e sistemas alimentares sustentáveis

Coordenação:

  • Suzi Barletto Cavalli  Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil)
  • Dalia Mattioni – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e Universidade de Pisa (Itália)
  • Antônio Inácio Andrioli – Universidade Federal da Fronteira Sul (Brasil)
  • Giovanna Medeiros Rataichesck Fiates – Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil)
  • Leonardo Melgarejo – Associação Brasileira de Agroecologia (Brasil)
  • Fernanda Kroker-Lobos – Instituto de Nutrição da América Central e Panamá (Guatemala)

 

Local: Sala Coqueiro – Centro de Cultural (B)

 

Programação

 

17 de setembro das 16h às 18h

16h: Produção para autoconsumo na perspectiva da promoção de segurança alimentar e nutricional de agricultores familiares – Elizangela da Silva Miguel, Sílvia Oliveira Lopes, Silvia Eloiza Priore

16h15: Produção para o autoconsumo e segurança alimentar de beneficiarias de um programa de transferência de renda – Jaquieli Gruhm Franco, Mariele Cassel Bueno, Taane de Oliveira Aguirre, Vanessa Ramos Kirsten

16h30: Introdução de plantas alimentícias não convencionais no cardápio de um restaurante institucional – Yasmin El Kadri Monteiro, Suellen Secchi Martinelli, Vanessa Mello Rodrigues, Rafaela Karen Fabri

16h15: Efeito de intervenção no ambiente alimentar em fatores psicossociais de proprietários de comércios de varejo em relação à comercialização de alimentos saudáveis – Lucas Daniel Sanches, Maria Aparecida De Olveira, Paula Andrea Martins

17h: Associação entre o consumo de processados e ultraprocessados e o meio de aquisição de alimentos por adultos do estado de Pernambuco – Catarine Santos da Silva, Cintia Chaves Curioni, Veronica Ileana Hidalgo Villarreal, Pedro Israel Cabral de Lira

17h15: Programa nutrição e culinária na cozinha aumenta a confiança em utilizar e consumir vegetais por estudantes universitários – Greyce Luci Bernardo, Manuela Mika Jomori, Ana Carolina Fernandes, Margaret D. Condrasky

17h30: Autoeficácia no uso e consumo de frutas, verduras e legumes em estudantes universitários – Paula Lazzarin Uggioni, Thais Peiter de Borba, Manuela Mika Jomori, Greyce Luci Bernardo

 

18 de setembro das 16h às 18h

16h: Impacto de ações educativas na promoção da produção para autoconsumo: uma ferramenta de segurança alimentar e nutricional – Sílvia Oliveira Lopes, Elizangela da Silva Miguel, Sylvia do Carmo Castro Franceschini, Silvia Eloiza Priore

16h15: Desigualdades territoriais na disponibilidade de alimentos no município do Rio de Janeiro Paulo Cesar Pereira de Castro Junior, Inês Rugani Ribeiro de Castro, Aline Araújo Nobre, Letícia de Oliveira Cardoso

16h30: Presença de ingredientes possivelmente geneticamente modificados na alimentação escolar de um município da região Sul do Brasil – Rayza Dal Molin Cortese, Suellen Secchi Martinelli, Rafaela Karen Fabri, Suzi Barletto Cavalli

16h45: Caracterização nutricional do pêssego cultivado em sistema orgânico e convencional: efeito do processamento térmico nos teores de antioxidantes – Jéssica Pereira Castanheira, Thiago Rodrigues Lourenço, Erika Maria Marcondes Tassi, Cristiane Betanho

17h: Caracterização química e perfil de carotenoides do araçá amarelo (Psidium cattleyanum sabine): uma fruta nativa da região sul do Brasil – Helena de Oliveira Schmidt, Fernanda Camboim Rockett, Vanuska Lima da Silva, Alessandro de Oliveira Rios

17h5: Atividade prebiótica de compostos bioativos produzidos por bioprocessamento de farelo de trigo – Priscilla Magro Reque, Cristian Mauricio Barreto Pinilla, Adriano Brandelli

19 de setembro das 16h às 18h

16h: Refeições saudáveis nas dimensões nutricional e sustentável: estudo de caso em um restaurante comercial – Ana Carolina Fernandes, Vanessa Mello Rodrigues, Suellen Secchi Martinelli
Rossana Pacheco da Costa Proença

16h15: Ações sustentáveis para o fornecimento de refeições saudáveis em um restaurante comercial de Porto Alegre, RS, Brasil – Nicoli Bonalume, Manuela Mika Jomori, Brunna Maryana Aguiar Hatscha

16h30: Qualidade nutricional dos alimentos comprados e das preparações planejadas para a alimentação escolar de um município do Sul do Brasil – Thaise Gomes, Gabriela Rodrigues Vieira, Rayza Dal Molin Cortese, Suellen Secchi Martinelli

16h45: A oferta de frutas e legumes em restaurantes de Santa Maria, Rio Grande do Sul – Humberto Davi Zen, Janaína Balk Brandão, Raquel Breitenbach

17h: Compras públicas da agricultura familiar e a promoção de dietas sustentáveis: o caso dos restaurantes universitários da universidade federal do Rio Grande do Sul – Ludymila Schulz Barroso

17h15: Aquisição de alimentos da agricultura familiar em restaurantes universitários brasileiros – Mariana Papini Gabiatti, Gabriela Rodrigues Vieira, Rafaela Karen Fabri, Rayza Dal Molin Cortese

 

21 de setembro das 16h às 18h

16h: Associação de disponibilidade de alimentos no bairro com a indústria de alimentos e ultra: produtos alimentícios por crianças em uma cidade do Brasil: uma análise multinível – Luiza Veloso Dutra, Dayane de Castro Morais, Silvia Eloiza Priore

16h15: Explorando o ambiente alimentar comunitário e sua obesogenicidade em um bairro carente na cidade de Glasgow, Reino Unido – Andrea Fuentes Pacheco, Valeria Skafida, Liz Grant

16h30: O papel do food service na formação do ambiente alimentar em Veneza: interações entre saúde, sustentabilidade e a produção do local – Sarah Stempfle, Michele Dalla Fontana, Matelda Reho, Francesco Musco

16h45: Esquemas de abastecimento alimentar urbano como núcleo de aprendizagem para melhorar comportamentos nutricionais? o caso da agricultura urbana em Bruxelas – Jonathan Peuch

17h: O que a teoria da prática social nos diz sobre o ambiente de varejo de alimentos? O caso da Costa Rica – Dalia Mattioni

17h15: Superalimentos peruanos antigos em face da insegurança alimentar – Noelia Soledad Bedoya Perales, Diogo Maus, Otto Colpari Cruz